Consultoria para ASN

A ID Corp Brasil oferece aos clientes a consultoria completa durante todo o processo de solicitação dos recursos, desde o levantamento dos pré-requisitos até o processo de interação com a equipe de numeração do nic.br.

Segue abaixo algumas informações extraídas do site do registro.br que explica alguns detalhes sobre os recursos de numeração (ASN, IPv4 e IPv6):

Uma vez que a organização conte com Número de Sistema Autônomo (ASN), e bloco de endereços IPs independentes de provedor deve estar atenta a uma série de recomendações para um bom uso desses recursos e maior estabilidade da rede, gerando assim melhor qualidade no serviços prestados. Com a alocação e uso dos recursos mencionados a organização passa a ser Autônoma e independente dos provedores de trânsito, dos quais até então dependia para transporte do tráfego de seus clientes, escolha dos melhores caminhos, tratamento de incidentes, etc. Com essa autonomia, cabe agora à organização observar alguns pontos em especial quanto a políticas de roteamento, planos de endereçamento, tratamento de incidentes, entre outros.

A distribuição de Recursos de Numeração Internet seguem regras e políticas que visam garantir uma distribuição justa, com base em necessidades concretas e justificáveis. As políticas na região da América Latina e do Caribe são propostas, discutidas e adotadas dentro das reuniões LACNIC através de processos abertos e transparentes. Mais detalhes em http://www.lacnic.net/pt/web/lacnic/politicas . O Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.BR), posteriormente ratifica a implementação das políticas a serem utilizadas nos processos de distribuição dos Recursos de Numeração Internet a organizações brasileiras.

Os parágrafos abaixo descrevem as políticas utilizadas pelo Registro.br na distribuição dos Recursos de Numeração Internet a organizações brasileiras:

Políticas para distribuição de ASN

Uma organização justifica a designação de um ASN quando apresente uma das seguintes necessidades:

– Multi Provedor: Quando a organização está conectada a dois ou mais provedores de transito Internet distintos e independentes e necessita, portanto, fazer uso de protocolos de roteamento dinâmico.

– Política única de roteamento: Quando a organização possui uma política de roteamento que é distinta daquela aplicada pelo(s) provedor(es) de transito Internet.

Políticas para distribuição de blocos IPv4

Os endereços IPv4 são distribuídos na forma de “concessão” e portanto não devem ser considerados como “possessões”. As alocações e designações podem ser canceladas caso os requerimentos para obtê-las deixem de ser válidos.

Política para Terminação Gradual

Com o eminente esgotamento dos endereços IPv4 não alocados, a comunidade regional propôs uma política para distribuição dos últimos blocos IPv4 de forma gradual e organizada.

Somente se realizará alocações ou designações de recursos IPv4 maiores ou iguais a /24 e menores ou iguais a /22 dessa reserva. Isso é válido tanto para Usuário Final quanto para ISP.

Deve comprovar a utilização ou necessidade imediata de no mínimo 25% da quantidade de endereços IPv4 solicitadas. Independentemente da quantidade de provedores de trânsito Internet (multi-homed ou single-homed);

A organização solicitante deve estar de acordo em devolver os endereços IPv4 previamente em uso em um prazo máximo de 12 meses;

© 2022 ID Corp Brasil